Pedro Coelho – Crítica

Um filme leve para a família toda, piada boas, personagens carismáticos. Confira a crítica de Pedro Coelho!

 Pedro Coelho

(Peter Rabbit):

Data de estreia: 22/03/2018

Direção: Will Gluck

Elenco: James Corden, Fayssal Bazzi, Domhnall Gleeson

Sinopse: Pedro Coelho é um animal rebelde que apronta todas no quintal e até dentro da casa do Mr. McGregor (Domhnall Gleeson), com quem trava uma dura batalha pelo carinho da amante de animais Bea (Rose Byrne).

 

Crítica

Pedro coelho é o filme mais repleto de fofura que vamos encontrar no momento, baseado no clássico conto homônimo de Beatrix Potter o filme nos traz o famoso coelhinho de camisa azul em uma aventura encantadora onde Pedro e seus amigos estão sempre roubando a horta de McGregor (Domhnall Gleeson) além de disputar com ele a atenção da querida Bea (Rose Byrne).

Uma mistura de live action e animação muito bem feita, uma qualidade incrível de texturas e movimentos. Além da animação que interage com os atores temos as das pinturas de Bea que remetem as ilustrações do próprio livro. O filme possui uma trilha sonora com músicas conhecidas que casam muito bem com as cenas, animam e divertem.
História simples mas segura para um filme infantil, personagens bem característicos, um vilão, uma mocinha e o aventureiro rebelde, com uma evolução dentro das mesmas fórmulas de sessões da tarde onde o final feliz vem através da culpa e do perdão.

Muitas piadas bem elaboradas, cenas divertidíssimas como as que envolvem choques ou as com qualquer outro animal envolvido como o galo que se surpreende a cada nascer do sol ou o texugo que não sabe se esconder, não precisa ser criança para se divertir, realmente um filme para toda a família.

Trailer:

 

Por: Lari Lima

Clemerson Campos

Com 30 e poucos anos, Bancário, Gerente de Projetos por formação, Pai da Heloísa, apaixonado por cinema, grande consumidor de informação inútil e acima de tudo, orgulhoso membro de 2% da população mundial, OS RUIVOS!