[Critica] Oito Mulheres e um segredo

Oito Mulheres e um Segredo

Dando continuidade a saga de Danny Ocean( George Clooney em 11 homens e um segredo) agora sua irmã trama o golpe perfeito. Depois de ter passado alguns anos na prisão Débora Ocean (Sandra Bullock) teve tempo suficiente para arquitetar o plano para o seu crime de maneira magistral, o roubo de um colar de 150 milhões de dólares.
Comandando uma equipe formada somente por mulheres fortes, inteligentes e incríveis criminosas, Débora executam assalto em pleno baile de gala em Nova York.

A maior parte do longa é somente a preparação para o roubo, o desfecho é  simples, o assalto ocorre sem dificuldades ou improvisações o que torna o filme pouco excitante. Algumas piadas bem colocadas trazem leveza e as referências à trilogia de Danny Ocean são  prazerosas e nostálgicas.

Embora o roteiro seja simples, uma trama sem reviravoltas, a representatividade feminina e o Girl Power é evidente. É incrível assistindo um filme de ação muito bem sustentado apenas por mulheres.

Elenco: Sandra Bullock, Cate Blanchett, Anne Hathaway, Mindy Kaling, Sarah Paulson, Richard Armitage, James Corden, Awkwafina, com Rihanna e Helena Bonham Carter

Direção: Gary Ross

 

Trailer: